Top 10 – Filmes de Ação (2000-2015)

Padrão

Rush

Parece que, até a década de 80, o pessoal sabia fazer bons filmes de ação. Concordo em parte. Na realidade, eu penso que atores como Bruce Willis, Mel Gibson, Jean-Claude Van Damme, Sylvester Stallone e Arnold Schwarzenegger formaram a plêiade de sucesso do gênero. Todos eles, no entanto, tiveram seu auge durante a década de 90 (à exceção de Stallone). Depois Hollywood perdeu a mão, e vieram porcarias como Velozes e Furiosos, Os Mercenários, AvP, Transformers e outras drogas (num sentido quase literal) que usavam o enredo como pretexto para explodir coisas, estimular os sentidos e outras avacalhações que reduziram o cinema de catarse a punhetologia comparada.

Mas a desgraça não foi completa. No meio do mar com ondas gigantescas de merda, no meio da borrasca de caganeira do cinema à moda Michael Bay, a gente viu sobreviver alguns náufragos como Quentin Tarantino e Luc Besson. Depois veio a bem sucedida onda dos filmes de super-herói, que se tornaram meio que um sub-gênero dentro do gênero em questão. Porém, não incluiremos esse tipo de filme na lista. Continue lendo

Anúncios

Divagações de Outubro

Padrão

Guerra

* É muito fácil o sujeito ser “mais compreensivo” com uma mulher, se ele a está comendo. Foda é você abrir mão de um deleite por honra ou convicção pessoal. Foda é você arriscar tudo num lance só para fazer o que é certo, sem expectativa de lucro posterior. Para fazer uso do outro, mesmo por uma questão de vaidade, nada é empecilho. Contudo, para respeitar a si mesmo e ao outro, é preciso atravessar uma ponte vietnamita algumas vezes. Cada um faz a sua escolha, mas estou certo de qual é a verdadeira. Como eu dizia no mito de Orfeu, o amor possui uma certa autonomia.

Continue lendo