Do adultério, divórcio e poligamia (e outras porcarias)

Padrão
Briga de casal

Amor é aquilo que acontece por intuição imediata. O famoso “à primeira vista”. Em outras palavras, se você não sabe dizer de imediato que deseja passar 50 anos ao lado da pessoa, então esqueça.

Muita gente vai dizer que estou sendo excessivamente “sensual” na minha definição. Que um casal de idosos pode se amar tanto quanto um casal de jovens. Que o amor deve ser um compromisso “espiritual”. Ora, mas uma coisa não exclui a outra, e ambas podem corresponder inclusive a etapas de um mesmo processo. Se assim não fosse, seria muito comum um jovem de 20 anos se apaixonar por uma idosa de 70 -e não é isso o que acontece.

Continue lendo

Anúncios

Até que o Ricardão vos separe… ou não.

Padrão

traição

De vez em quando aparece alguém me perguntando sobre a visão católica do casamento. Sobre o que eu penso. Não penso nada, não acho nada; tudo o que me guia são certezas. E eu tenho certezas religiosas. Inclusive sobre o matrimônio. Bom, sem dúvida que o casamento, na visão de um católico (e presumo que de qualquer cristão, ao menos) é uma instituição indissolúvel. Mas aí é que está o porém. A gente fala nisso e logo dizem que, uma vez casados, para sempre casados. Não é bem assim.

Continue lendo