10 motivos para crer que a Lei de Murphy é uma realidade concreta (e que dá raiva):

Padrão

jerrylewis

Muitos dizem que momentos de crise são momentos de oportunidade. Que depende da perspectiva. Diante da situação dramática do país, fica parecendo até a nossa vida: por mais que a gente mexa, tem sempre um fenômeno El Niño à espreita… Rs, divirta-se ao menos. Continue lendo

Anúncios

Pílulas Crônicas 9.0

Padrão

Japonesa Idosa

1. Japão

Outro dia inventaram uma pesquisa para descobrir por que o povo japonês vive mais do que os outros. Inventaram uma pesquisa científica para saber o que qualquer Zé das Couves descobre em meia hora de observação da vida pacata dos olhinhos puxados.

Constatou-se que os caras tinham uma vida longeva devido a seus saudáveis hábitos alimentares. Really, motherfucker!? Continue lendo

Manchester City – O que fazer na nova temporada?

Padrão

Manchester City 2

Chegamos ao final de mais uma temporada e, se tínhamos dúvida a respeito da necessidade de uma reformulação, aponta nessa direção uma jornada marcada pela falta de títulos somada a mais uma campanha pífia na Champions. Poderiam dizer, a exemplo de Marcel Dessailly, que o Chelsea ganhou em razão da capacidade de José Mourinho. Pode ser que seu dedo tenha feito alguma diferença… Mas daí a afirmar que boas táticas resultam no sucesso total? Eu duvido muito. O Chelsea ganhou porque tinha um elenco mais qualificado.

Os europeus têm mania de exaltar as qualidades do técnico e a sintonia do plantel, mas se esquecem que futebol e vitórias se fazem com jogadores de primeira linha. Mesmo os problemáticos. Suárez foi mandando embora de Anfield Road e o Liverpool passou de postulante ao título, na temporada 2014/2015, à condição de aspirante à Liga Europa. Não estou dando peruadas, mas simplesmente revelando os fatos. Carlos Tévez saiu quase escorraçado do Manchester City e, no entanto, acabou conduzindo a Juventus à final da Liga. Será tudo isso tão coincidência assim? Continue lendo

Top 10 – Filmes de Terror

Padrão

Scary face

Tensão constante, respiração ofegante, vontade de apertar o botão de pause no controle remoto… Os sintomas são muito claros para ignorar: você está assistindo a um bom filme de terror! Sempre tem aquela obra-prima do gênero que faz a gente cair da cadeira quando vê da primeira vez. Ou ficar petrificado no sofá. Ou permanecer sem dormir, no pior dos cenários. Já aconteceu comigo. Se ainda não aconteceu o mesmo com você, surprise motherfucker… este artigo pretende ser sua encruzilhada. Continue lendo

Top Ten Balzacas – As mais belas jornalistas

Padrão

Naked News

Como estou com preguiça de escrever outras coisas, resolvi me entreter com esta bobagem postagem. Malgrado eu tenha dito que não escreveria mais listas deste naipe, é o tipo de assunto que mais atrai leitores ao blog. Então que se foda. Quem sabe se num futuro próximo eu não possa capitalizar em cima? Sem falar que eu não havia feito, ainda, nenhuma lista sobre trintonas. Desta vez, para variar um pouco, vou abrir espaço para o nosso talentoso telejornalismo. E põe talento nessa porra…

Lembrando que repórteres do TV Fama não foram contempladas. Trabalho com cultura pop e com zueira, não com cafetinagem. Brinks, hauhauhauhauhau! Continue lendo

Pílulas Crônicas 4.0

Padrão

 

Capacete

 

* Teve gente que veio me perguntar sobre o andamento do Terceiro Capítulo de Nerávia. Perguntam-me também sobre meu processo de criação, o qual acham espantoso. Não sei como outros escritores fazem, mas eu trabalho com 70% de planejamento e 30% de improviso. Quero dizer que eu já tinha um rascunho do que fazer com o Terceiro Capítulo bem antes de começá-lo. E sei também o que fazer, em linhas gerais, com o Quarto e o Quinto Capítulo: neste eu vou continuar narrando a infância do protagonista, enquanto naquele eu pretendo descrever o Palácio dos Deuses e as Idades antigas.

* Eu vinha dizendo que o Terceiro Capítulo seria o mais contundente e violento dentre aqueles que escrevi. E será. Para se ter uma ideia, como fonte de inspiração eu tenho ouvido muitas bandas escandinavas de Black e Death Metal, como Burzum, Bloodbath e Blood Red Throne. A tendência a partir de agora é abandonar o tom lírico/melancólico (elegíaco) que predominava e adentrar nas trevas densas de uma Nerávia em ruínas.

* Não digo que vai ser uma obra épica, mas apenas para não soar presunçoso. Afinal, como escapar do épico um enredo que foca numa guerra civil em que estão implicados deuses e homens? Ao menos os motivos o são. Continue lendo

Pílulas Crônicas 3.0

Padrão

Sininho

* Ouvi dizer que a Thammy Gretchen fez uma cirurgia para retirar os seios. É nesse momento crítico que as pessoas se perguntam: onde é que está Deus para acabar com essa porra e explodir tudo de uma vez!? Deus está ocupado demais no banheiro do Céu, vomitando. Se é merda demais até pra gente, imagina pra Ele…

* Aliás, eu agradeço a Deus por não ser Deus. Teria muito pouca pouca paciência pra prorrogar o prazo do apocalipse.

Continue lendo