10 motivos para crer que a Lei de Murphy é uma realidade concreta (e que dá raiva):

Padrão

jerrylewis

Muitos dizem que momentos de crise são momentos de oportunidade. Que depende da perspectiva. Diante da situação dramática do país, fica parecendo até a nossa vida: por mais que a gente mexa, tem sempre um fenômeno El Niño à espreita… Rs, divirta-se ao menos. Continue lendo

Anúncios

4 dicas para não falar merda sobre a Inquisição

Padrão

Big-Cup-of-Shut-The-Fuck-Up_o_94445

1. Palavras devem corresponder exatamente às ideias às quais se referem

BLASFÊMIA é uma ofensa feita diretamente contra Deus. Bandas satanistas muitas vezes escrevem letras blasfemas, mas o mesmo não ocorre necessariamente com uma denominação religiosa que, só porque não é a sua, você acusa de blasfemar, sem nem ao menos conhecer o significado do verbo.

HERESIA ocorre quando uma pessoa, sendo cristã, professa uma doutrina contrária à ortodoxia da religião que ela diz praticar ou em nome da qual ela se diz representante. É basicamente uma forma de hipocrisia e, muitas vezes, de má-fé. Leonardo Boff e Frei Beto são dois hereges, mas o conceito não se aplica a Karl Marx ou Adolf Hitler, por exemplo. Continue lendo

Top 10 – Filmes de Ação (2000-2015)

Padrão

Rush

Parece que, até a década de 80, o pessoal sabia fazer bons filmes de ação. Concordo em parte. Na realidade, eu penso que atores como Bruce Willis, Mel Gibson, Jean-Claude Van Damme, Sylvester Stallone e Arnold Schwarzenegger formaram a plêiade de sucesso do gênero. Todos eles, no entanto, tiveram seu auge durante a década de 90 (à exceção de Stallone). Depois Hollywood perdeu a mão, e vieram porcarias como Velozes e Furiosos, Os Mercenários, AvP, Transformers e outras drogas (num sentido quase literal) que usavam o enredo como pretexto para explodir coisas, estimular os sentidos e outras avacalhações que reduziram o cinema de catarse a punhetologia comparada.

Mas a desgraça não foi completa. No meio do mar com ondas gigantescas de merda, no meio da borrasca de caganeira do cinema à moda Michael Bay, a gente viu sobreviver alguns náufragos como Quentin Tarantino e Luc Besson. Depois veio a bem sucedida onda dos filmes de super-herói, que se tornaram meio que um sub-gênero dentro do gênero em questão. Porém, não incluiremos esse tipo de filme na lista. Continue lendo

Top 10 – Filmes de Terror

Padrão

Scary face

Tensão constante, respiração ofegante, vontade de apertar o botão de pause no controle remoto… Os sintomas são muito claros para ignorar: você está assistindo a um bom filme de terror! Sempre tem aquela obra-prima do gênero que faz a gente cair da cadeira quando vê da primeira vez. Ou ficar petrificado no sofá. Ou permanecer sem dormir, no pior dos cenários. Já aconteceu comigo. Se ainda não aconteceu o mesmo com você, surprise motherfucker… este artigo pretende ser sua encruzilhada. Continue lendo

Top Ten Balzacas – As mais belas jornalistas

Padrão

Naked News

Como estou com preguiça de escrever outras coisas, resolvi me entreter com esta bobagem postagem. Malgrado eu tenha dito que não escreveria mais listas deste naipe, é o tipo de assunto que mais atrai leitores ao blog. Então que se foda. Quem sabe se num futuro próximo eu não possa capitalizar em cima? Sem falar que eu não havia feito, ainda, nenhuma lista sobre trintonas. Desta vez, para variar um pouco, vou abrir espaço para o nosso talentoso telejornalismo. E põe talento nessa porra…

Lembrando que repórteres do TV Fama não foram contempladas. Trabalho com cultura pop e com zueira, não com cafetinagem. Brinks, hauhauhauhauhau! Continue lendo

Top 10 – Programas de TV e Canais do Youtube

Padrão

TV

Já começo me justificando ao afirmar que é difícil fazer uma relação dos “melhores” canais ou programas, porque estamos falando sobretudo de uma questão de gosto. E gosto, como dizem, é que nem cu: cada um tem o seu. Tem gente que gosta de novela e tem gente que não gosta; tem gente que gosta do Zorra Total, tem gente que não ri daquilo. E embora o gosto possa ser questionável (e, na maioria das vezes, é mesmo), as preferências nessa área nunca são universais e passam longe de ser unânimes.

Ademais, os maiores canais da internet são aqueles já bem conhecidos da galera. Fazer um rol do arquimanjado seria como chover no molhado. A maioria das pessoas já sabe quem são o Zangado, Jovem Nerd, o Omelete e o Porta dos Fundos. Eu também gosto. Mas sinto que não seria relevante colocá-los na lista, ainda que o caráter de competição seja típico do tipo de postagem a que se destina esta categoria de textos.

Por isso eu preferi uma abordagem mais alternativa. Em vez de citar programas de tv e vlogs seguindo exclusivamente o meu gosto pessoal (que pode ser só meu), eu optei por dividir minhas escolhas em seções, escolhidas de acordo com o gosto médio da população. Assim, teremos um único programa ou canal na categoria “humor”, outro na categoria “ciência” e por aí vai.

P.S.: como não assisto TV aberta, os programas aqui descritos são exclusivos da TV fechada. Continue lendo