BBB 12: Vilão?… Daniel é HERÓI!!

Imagem

BBB 12: Vilão?... Daniel é HERÓI!!

SEEK AND DESTROY! Desafiando paradigmas: audácia de Macho.

Domingo e o público do BBB 12 acordou estupefato. Ontem rolou festa na casa menos tediosa do Brasil e, como não poderia deixar de ser, houve quem cagasse no pau. As repercussões começaram, como de praxe, com o pessoal do Pay Per View, que postou um vídeo no youtube em que, supostamente, Daniel estaria estuprando Monique por debaixo do edredon. Digo “supostamente” porque essa foi a alegação de quem publicou o episódio, embora não tenham ficado claros nem a relação íntima entre os dois nem tampouco, evidente, o abuso sexual.

Dizem por aí que Monique enfiou o pé na jaca durante a festa. Bebeu demais. Bem, e daí? E daí que, segundo os politicamente corretos de plantão, ela não estaria mentalmente apta para decidir sobre ter ou não uma relação sexual. Resta uma pergunta: ela estava mentalmente apta para decidir quando parar de beber? Ou melhor, restam duas perguntas: se ela estivesse dirigindo e atropelasse seiscentas crianças e trocentas idosas, o advogado dela conseguiria uma absolvição se dissesse que a cliente, a certa altura do porre, já não se encontrava “mentalmente apta para reconhecer um limite razoável de teor alcoólico no sangue”?

Ora, vá plantar batatas… Você colhe o que planta -não é isso o que diz o ditado? Não estou dizendo que a embriaguez de um autoriza a cafajestagem de outros; de outra forma, estaria avalizando absurdos que já vimos acontecer, como a queima de mendigos em pontos de ônibus e outras babaquices semelhantes. Mas se você bebe numa festa e depois troca carícias com alguém sem nem ao menos demonstrar algum sinal de ojeriza ou hesitação, qual é o direito que tem de reclamar de alguém ou pôr a culpa no álcool? Isso é papo. Mesmo que eu estivesse em pleno coma alcoólico, jamais permitiria que um negão melasse o meu rabo, por exemplo (e se você acha que cu de bêbado realmente não tem dono, camarada, está na hora de sair do armário…). Se Monique transou mesmo com o rapaz, transou porque QUIS. Ponto.

Eu tenho a impressão de que os críticos do caso tem um pé atrás em relação ao Daniel. Cheguei a cogitar a hipótese do pré-conceito, porque o modelo é afro-negão, mas o fato é que o cara tem se mostrado, desde o início do programa, daquele tipo de sujeito que não brinca em serviço. E numa sociedade acostumada a efeminados, certo tipo de postura imperativa incomoda; especialmente o modus operandi masculino que emula comportamentos que o senso comum, há tempos, arremessou ao lixo. Daniel é macho. E não tem vergonha disso. Quando Renata se insinuou, ele não se fez de rogado e foi logo agarrando a moça. Quando Mayara se deitou com ele, acabou sendo bolinada. Quando Monique bebeu, ele aproveitou o ensejo e marcou território.

Veja bem: eu não estou aplaudindo a promiscuidade nem a insensibilidade. Eu só não concordo que todo homem tenha que ser, o tempo todo, arremedo de macho, andrógino, amigo-de-mulher -banana. A supracitada Mayara reclamou de ter sido bolinada. Fez isso como se o cara tivesse que pedir desculpas por ter um pênis. Homem não é cachorro no cio, eu concordo, mas de repente todo mundo acha que, se o sujeito fica de pau duro por causa da leviandade de uma mulher, a culpa é toda dele. Uma ova que é! Mulher pode andar de missaia, se esfregar em homem e não ser taxada de puta; se a premissa da “igualdade entre sexos” fosse verdadeira, no mínimo o homem deveria poder não se envergonhar de uma ereção -deveria ter o direito de não se comportar feito um eunuco, dispondo de uma genitália funcional.

Antigamente, as esculturas e pinturas fálicas eram símbolos de fartura, fecundidade -prosperidade. Na Grécia antiga, havia pica para tudo quanto é lado da Hélade e nada disso diminuía o senso crítico dos gregos ou denegria a imagem do sexo feminino. Hoje em dia, na época mangina em que vivemos, o senso comum impera porque a sociedade dos bocetões não pode ser contrariada, está sempre de TPM. A Mayara pode dizer que é lésbica, mas eu não posso dizer que ela “optou” por ser lésbica simplesmente porque ninguém quis lhe comer?! Ou porque foi mal comida por alguém?! Ela é super-feminina; será que isso não faz mesmo sentido?! Ou será que o que não faz mesmo sentido é considerar somente o yin na equação complexa da existência?

P.S.: Eu não agiria 100% como o Daniel porque opto por não ser promíscuo e prefiro atuar privilegiando a civilidade. Mas me vi compelido a escrever este post porque eu sabia da avalancha de preconceitos feministas que sobreviriam ao acontecido. E o cara, que agiu com culhões, merece ser defendido e elogiado -pelo menos em certo sentido -por quem sabe da REAL a respeito do assunto, sem sexismos.

P.S. 2: Onde eu disse que Daniel foi herói por “se aproveitar da situação”? Em algum momento eu explicitei porque eu chamava Daniel de herói? Deixei nas entrelinhas porque não achei que tudo isso iria virar o pandemônio que virou. Alguém pode ser herói por uma infinidade de motivos. Um bombeiro que morre soterrado por resgatar vítimas, por exemplo. Ou um big brother que é linchado e caluniado por não ser um homem recalcado, podado, castrado (independente de minha opinião sobre libidinagem). Pode ser que um seja mais herói que outro, mas não é essa a discussão.

Recalque: psc. exclusão, do campo da consciência, de certas ideias, sentimentos e desejos.

LEIA TAMBÉM: BBB 12 – A Polêmica Daniel/Monique (Epílogo)

Anúncios

49 comentários sobre “BBB 12: Vilão?… Daniel é HERÓI!!

  1. Mandando seu texto para o Ministério Público.
    Afinal, pelas suas palavras, um estupro deve ser relativizado.
    Parabéns, querido babaca! É de gente como vc que o Brasil precisa.

  2. Luiza Gomes

    Seu babaca, misógino, machista, atrasado.
    Ela estava apagada, não tinha como consentir nada. Foi estupro.

    Desde quando bebida ou vestimenta é atenuante pra um crime? Oi, ela é a vítima, consegue enxergar isso?
    Quando acontecer com a sua namorada, vc vai dizer que ela mereceu?

    • Alex Rudson

      quem mandou ela beber feito uma bezerra q nunca sentiu leite na boca?? Culpa dela mesmo! sabendo q está sendo vigiada 24 hrs, deveria ter mais cuidado sim!

      • Lígia

        Que nojo!! Então me responde: Porque acontece estupro no Afeganistão se as mulheres andam vestidas dos pés a cabeça e a única coisa que se pode ver nelas são seus olhos? essa doença é dos homens, a maioria de vocês tem alma podre, e você é uma primata.

  3. Luti

    Se ela estivesse bêbada e, assim, tivesse atropelado pessoas, ela teria cometido alguns crimes. Nesse caso, advogado nenhum conseguiria absolvê-la em razão do teor alcoólico; pelo contrário, o álcool configuraria agravante em sua pena.
    Todavia, se, nas mesmas condições, ela assinasse um contrato, por exemplo, o ato seria inválido, posto que sua natureza tem por pressuposto de validade o acordo de vontades.
    Não sei no seu mundo, mas, no de pessoas que não tem grandes distúrbios, qualquer relacionamento sexual depende também de um acordo de vontades.
    No mundo de pessoas isentas de distúrbios, também não parece cabível comparar o papel do álcool no julgamento de um caso em que ingerido pelo agente do crime com o papel do álcool no julgamento de um caso em que ingerido pela vítima de um crime.
    O resto do seu texto consegue ser ainda mais absurdo do que essas passagens, razão pela qual não merece qualquer consideração.

  4. Barbara

    Fica bebado perto de mim, então, que eu te mostro como “isso não é estupro” … e ainda tenta se fazer de pessoa equilibrada. Macho de verdade tem que marcar território… Não tenho nem palavras pra ignoranca desse post.

  5. Ali.e

    Em primeiro lugar: a ereção é fisiológica, natural e inevitável, e acima de tudo não é motivo de vergonha. Agora, passar a mão e chegar junto é ESCOLHA. Pura e simplesmente.
    Segundo: vc realmente acha que ta tudo certo com essa cultura que ensina “Mulheres, não sejam estupradas” ao invés de “Homens, não estuprem”? Então vamos começar uma campanha “Não seja assaltado/sequestrado/atropelado/roubado”!!!

    Em terceiro: cú de bêbado não tem dono MESMO! Uma coisa é a embriaguez, quando a pessoa está alterada pelo álcool, porém DESPERTA e consciente. Tem a capacidade de escolha e julgamento alterados, mas sabe o que está fazendo e tudo o que está acontecendo. Outra coisa é o que chamamos de intoxicação alcoólica, quando a pessoa perde totalmente os sentidos, inclusive a resposta a estímulos dolorosos, a ÚLTIMA resposta a desaparecer no estado de coma. Agora imagina a estímulos PRAZEIROSOS? Estou dizendo isso com conhecimento de causa, sou enfermeira e há três anos trabalho em um pronto atendimento, e já cansei de pegar pacientes que entram em parada respiratória devido a enorme alteração neurológica que a bebida pode causar.
    Não estou acusando o Daniel ou defendendo a Monique, quem sou eu. Só gostaria que você pensasse duas vezes antes de publicar algo sobre algum assunto importante como esse, e pense pelos dois lados primeiro.
    Ah, e judicialmente, relacionar-se sexualmente com uma pessoa vulnerável, mesmo que de forma “consensual” é considerado ESTUPRO (dessa forma que é considerada ilegal a relação com um menor de idade).

  6. “ela estava mentalmente apta para decidir quando parar de beber?”

    Mas até aí trata-se de uma relação dela com ela mesma.

    “não se encontrava “mentalmente apta para reconhecer um limite razoável de teor alcoólico no sangue”?”

    Falácia da falsa analogia. Parte-se do princípio, além de que ela seria a criminosa (premissa falsa no caso real), de que ela é o sujeito ATIVO da história, o que nem preciso dizer que não foi o caso.

    “Não estou dizendo que a embriaguez de um autoriza a cafajestagem de outros”

    Está sim.

    “se você bebe numa festa e depois troca carícias com alguém sem nem ao menos demonstrar algum sinal de ojeriza ou hesitação, qual é o direito que tem de reclamar de alguém ou pôr a culpa no álcool?”

    Trata-se obviamente de limites, meu caro. Pelo teu raciocínio, a mulher que troca carinhos com alguém tem necessariamente que terminar a noite transando com ele. Parte do infeliz princípio de que, se ela quis beijar, tem a obrigação de fazer todo o resto, de que se quis beijar também quis dar.

    “eu estivesse em pleno coma alcoólico, jamais permitiria que um negão melasse o meu rabo”

    Isso eu duvido muito, porque não se trata de sexualidade, força de vontade ou qualquer coisa parecida. Trata-se de capacidade de reação. Faz o teste, antes de entrar em coma alcoolico, pede pra um negão tentar e só parar diante de alguma reação negativa tua.

    “Se Monique transou mesmo com o rapaz, transou porque QUIS. Ponto.”

    Repetir várias vezes tua opinião não aumenta seu poder argumentativo, nem dá poderes de verdade a ela.

    “Quando Monique bebeu, ele aproveitou o ensejo e marcou território.”

    Isso é ser macho? E é legal como você aponta uma dicotomia infantil, onde existe somente o macho alfa de bolas peludas e pesadas, e o afeminado sem jeito com as mulheres. Acorda, o mundo tá bem longe de ser preto e branco. Você não precisa ser um idiota pra se dar bem com as mulheres, nem um afeminado para ser menos machista.

    “eu não estou aplaudindo a promiscuidade nem a insensibilidade.”

    Mas tuas palavras dizem exatamente isso. Dizer que não está fazendo algo não torna o que você faz diferente.

    “Fez isso como se o cara tivesse que pedir desculpas por ter um pênis”

    Não é por ter pênis, é por ter respeito. Muito embora a concepção que aparentas ter de “macho” indique que pra ser homem não pode ser respeito.

    “o homem deveria poder não se envergonhar de uma ereção”

    Se o caso limitasse-se a uma ereção, não haveria toda essa repercussão.

    “por quem sabe da REAL a respeito do assunto”

    Claro, tinha que terminar o post com um esotérico “se você não concorda comigo, é porque não sabe a verdade”. Parece coisa de dono da verdade que, assim como as mulheres que citou, não gosta (ou tem medo) de ser criticado.

    Finalizo sem frases de impacto, esperando, caso haja tréplica, a de um homem, e não de um moleque, fugindo da lógica e ignorando meus argumentos.

    • Doctor Butcher

      1° Meu amigo, eu não me lembro de ter visto a Monique rejeitando o Daniel quando ele foi procurá-la na cama. Então não entendo esse lance de “limite” a que alude. Eu não conheço o Daniel, mas aposto contigo que ele não tentaria nada com ela se a menina fizesse menção de não querer transar; ele mesmo deu indícios de que não ultrapassa certos limites, como quando conversou com a Mayara, durante a festa.

      Isso é ser macho? E é legal como você aponta uma dicotomia infantil, onde existe somente o macho alfa de bolas peludas e pesadas, e o afeminado sem jeito com as mulheres. Acorda, o mundo tá bem longe de ser preto e branco. Você não precisa ser um idiota pra se dar bem com as mulheres, nem um afeminado para ser menos machista. Concordo plenamente. Eu mesmo não “marcaria território”, porque não gosto de me comportar feito um animal, mas, como eu disse, não enxergo nos caras mais rústicos (que você reduz a “alphas” pelo jeito…) os grandes filhos da puta que as feminazis tanto odeiam -e é este comportamento que eu critico, como você bem observou.

      O resto eu respondo depois, num post que vou publicar. Estou cansado agora.

      • É o sonho de qualquer mulher ser bulinada, e abusada sexualmente quando não está consciente, só que totalmente ao contrário.

        Mas como é mais fácil “conseguir” uma mulher quando ela está apagada do que provar que é machão fazendo isso quando ela está sã, fazer o que né, caras como estes e como os que os defendem esquecem que mulheres são seres humanos, principalmente que em determinados momentos da vida uns machões também farão se já não fizeram isso com suas mães, irmãs,filhas, primas, sobrinhas, namoradas, e assim vai.

        Ter culhões não é conseguir as coisas forçando, é conseguir sendo capaz.

    • Girl

      Agora esse tal Doctor Butcher está querendo dizer a nós mulheres que devemos nos portar, e principalmente, nos privar de beber muito pois praticando esse ato estamos dando liberdade para os caras nos comerem.

  7. Saber ao certo ninguém sabe, mas pode ter até sido combinado, ela pode ter ficado totalmente bêbada para poder dar argumento de dizer que não vu nada e não sabia de nada, mesmo sabendo que o Daniel estava louco para pegar ela.

    Vai saber né, debaixo do edredon não dá para saber o que aconteceu ao certo.

    • elen

      pelo que conheço estrupo é quando é forçado
      vc grita desesperadamente pois vc nao quer
      mais quando geme igual a monique ficou
      falo serio besta quem acreditar nessa historia

  8. Manoel

    Herói? Cara, esse Daniel foi no mínimo imbecil. Como alguém disse aí em cima, abusar de alguém que se encontra em situação vulnerável é sim estupro e não um ato heróico. A mina pode ter dado indícios de que queria transar com ele, mas meu… mandar ver em mulher bêbada é passar atestado de burrice. E a globo aplaude, porque lógico que a audiência aumentou. Esse mundo é mesmo patético.

    • Lígia

      Pois é, disse sim, agora por isso ela merecia o que recebeu né? Mulher não tem direito de ter tesão? Ela assumiu que ela gosta, mas pediu para ele sair justamente porque ela gosta e na situação de estar em programa televisivo ela preferiu não ir as vias de fato, por que nesse pais mulher tem que aguentar a vontade para não ser chamada de vagabunda. Ai então ela corre o risco de ser violentada sexualmente e é chamada de vagabunda do mesmo jeito. Fiquei muito feliz de ver comentário de homens sensatos que postaram aqui, mas a maioria de vocês (digo pelos comentários de outros sites também) são uns primatas, e estão me dando nojo.

      • Doctor Butcher

        O fato foi que, se ela transou com o cara, fez porque quis, porque sentiu tesão e tudo isso que você citou. Ninguém trapaceou, ninguém iludiu ninguém.

        Ainda bem que essa Monique foi mulher para admitir, depois, que agiu por vontade própria. Ela não foi biscate porque deixou de fazer o que a sociedade supostamente esperava (não transar com o cara). Ela foi honesta. Consigo mesma e com os demais. Biscate é quem, depois de se lambuzar, tira o corpo fora para não ser taxada de puta -e estraga a vida do indivíduo com o qual se relacionou.

        A vida do tal Daniel, no entanto, está estragada. Sempre que sair na rua, vão apontar o dedo na cara dele. E a culpa não é dele nem da Monique, que não cometeram crime nenhum, ainda que seus atos possam ser moralmente questionáveis. A culpa toda é dos levianos que condenaram o rapaz sem lhe dar o benefício da dúvida -o mínimo que deveriam fazer é rogar à Globo pela reparação da injustiça que foi expulsá-lo do programa.

      • Girl

        engraçado Doctor Butcher, é como você tira o seu da reta nos comentários que você responde. Ali em cima , no seu texto, você claramente criticou monique e nas suas respostas você está tirando a culpa dela. Não consigo entendê-lo.

      • Doctor Butcher

        Girl: eu “claramente” critiquei a Monique? Eu não falei nada sobre a Monique, a não ser que ela livremente quis transar com o Daniel (considerando a hipótese de ter havido sexo). Acho degradante o que os dois fizeram, mas não chamo ninguém de “puta” ou “gigolô” porque não arremesso pedras em marias madalenas -se a pessoa faz merda, moralmente falando, devemos lembrar de que também não somos santos. Também devemos lembrar de que cada um tem seu histórico de vida, seus traumas, suas limitações -ou seja, não conhecemos as pessoas o suficiente para julgá-las.

        Muita gente veio me criticar aqui, dizendo que não tenho o direito de comparar a putas mulheres que usam minissaias. É óbvio que, no verão, mulheres usam minissaias -e isso não diz nada a respeito de seu comportamento. Mulheres honestas podem muito bem usar minissaias. Mas tem mulher que mostra o ÚTERO até em missa de igreja; tem mulher que passa trezentos quilos de maquiagem, anda de decote e mostra a “amiga” para toda mundo. Se este tipo de mulher não anda como puta, anda como o quê? Como freiras? Dê uma passada na Vila Mimosa e veja como as mulheres de lá se vestem…

        Não estou dizendo que eu nunca me relacionaria com uma mulher “vulgar”. Mas a possibilidade de isso acontecer, no meu caso, é de 1 em 1.000.000.000. Pode ser que a pessoa se arrependa -e se torne, por causa da experiência, até melhor do que uma mulher tida por “santa” -mas eu prefiro não me arriscar. Prefiro apostar numa mulher decente do que mordiscar uma infinidade de vadias -ainda que o processo com uma mulher honesta (ou que eu acredite que seja) dure, quase sempre, mais tempo do que o habitual.

  9. Amigo!
    Isto é o que dá expor os seus pensamentos neste mundo globalizado!
    Aparece de tudo!
    Gostei do que vc escreveu! Se carregou mais ou menos nas tintas, tudo bem,Rafinha Bastos tb, mas ‘a ‘coisa’ acabou ficando, segundo os moralistas, diferente.
    Eu não perco tempo vendo essas bobagens de BBB, só nos paredões, onde ‘pinço’ alguma ‘coisa’ p/ o meu blog.
    Ali não tem santos & pecadores! Tem aproveitadores, que em busca da tal fama de 15 minutos, fazem qualquer ‘coisa’! Qualquer ‘coisa’ mesmo!
    O site da Globo, o Globo.com, foi o primeiro a levantar -não as saias-, mas a ‘ficha corrida’ dos candidatos, tanto que a loira do Rio, taxada de barraqueira e lésbica, saiu fora!
    Do jeito que a ‘coisa’ vai, qq dia vai ter um estupro e aí, quero ver o que a direção da Globo vai dizer!
    No próprio site da globo, fizeram entrevista com ex-BBBs que se acham desprestigiados e não têm o valor(?) reconhecido.???
    Quiéquiéissucumpanhero? Os caras não são nada, não fazem nada e ainda por cima se acham os ‘reis da cocada preta’! Sem conotação racista!
    Chegam a o ponto de contratar ‘assessores’! Não sei para que!
    O culpado dessa ‘coisa’ e outras, é o próprio povo, alienado, analfabeto e que segue a ‘cartilha’ do politicamente (in)correto!
    Terça-feira, os idiotas de plantão, vão correr para os seus telefones e encher a ‘burra’ de dinheiro da Globo, tendo um ‘orgasmo’ -talvez estuprados por esse meio de comunicação- tentando tirar um certo candidato!
    viva a diferença!!!

  10. rifocinaci

    Não me convenceu. Continuo achando que o Daniel foi vilão.

    “A supracitada Mayara reclamou de ter sido bolinada. Fez isso como se o cara tivesse que pedir desculpas por ter um pênis” – Ele pode se sentir atraido e talz. Agora passar a mão?! Muita falta de respeito. A mina não pode ser gostosa em paz não?!
    Se um viado te achasse gostoso e enfiasse o dedo no teu toba tu iria pensar “Tudo bem.. ele está exercendo o seu papel de macho, nao deve se envergonhar de tá de pau duro.”

    • Doctor Butcher

      A diferença é que eu não deito na cama com machos, sacou? Ninguém é obrigado a fazer nada que não queira, mas ninguém pode ser displicente a ponto de ignorar o óbvio -isso é até covardia.

      • Girl

        O que você não enxerga, Doctor Butcher, é que ela estava embriagada e nesse estado você nao responde por si proprio. Entenda isso, você nunca deve ter ficado assim não é mesmo? Tosco, simplesmente.

    • ASA

      piranha porque bebeu demais ? Ela disse a produção que foi consesual porém ficou perguntando pra todos da casa INCLUSIVE para o dito cujo se tinha feito sexo. É obvio que ele disse que NAO. VOCE É APENAS MAIS UM MACHISTA COMO ESTE QUE FEZ ESSE TEXTO, LUCAS. vocês homens tem que parar de achar que beber demais, usar roupas curtas e etc são qualidades e feitos de puta. Puta é quem dá na esquina, quem cobra pra dar o rabo. Não quem curte a vida. Vao tomar no cu seus machistas do caralho

  11. Cara, eu nem estou acompanhando isso, nem tenho idéia do que aconteceu. Entrei aqui e li seu texto por mera curiosidade. E gostei. É um ponto de vista legal.
    Mas, sem querer te confrontar, qual seria sua opinião agora, que o cara foi expulso?!

    • Doctor Butcher

      A Rede Globo arregou. Não interveio, quando rolou a putaria, porque todo mundo sabia que o lance era consensual. Quando, porém, feminazis e manginas começaram a chorar no Twitter, eles inventaram uma desculpa para expulsar o cara (se tivessem dito que rolara estupro, seriam enquadrados como cúmplices).

  12. ASA

    Isso é um exemplo de texto MACHISTA! Querido, você é um machista completo. Você alegou nesse texto cheio de palavras cuspidas, que Daniel está certo por bolinar, ou seja lá o que esse nojento fez com a Monique, só por ela estar bebada. Então agora mulheres não podem beber? Dá licensa mas SUPER APOIO a atitude dela de beber muuuuuuuito, ela tem o direito de se divertir ainda mais estando no BIG BROTHER. Você acha que as mulheres por usarem minissaias estão pedindo para serem comidas? Querido, enfie um pau na boca. Temos a liberdade de usarmos o que quisermos, sem sermos estupradas!! Daniel errou. Jamais poderia assumir papel de vilão nessa história. Se fosse sua mãe que tivesse bebido demais e tivesse sido bolinada você nao estaria falando isso né MACHISTA? Não foda com a minha vida, apague esse texto medíocre e machista querido. Você é nojento, e todos que aplaudiram seu texto merecem essa caracteristica.

  13. deyse teixeira

    vc saiu d uma mulher!pode ter filhas, irmã, esposa. mas não o culpo totalmente pelo seu comportamente e julgamento. nascemos e somos criados numa sociedade machista onde a mulher q é estrupada é sempre culpada, por ser bonita, por ter dado mole, por estar bebaba. a diferença q vc pode fazer e compreender q o machismo atinge ate vc e vc nem percebe……

  14. FELIPE

    DUVIDO QUE VOCÊ IRIA GOSTAR DE VER UM VIADO METENDO O DEDO NO TEU CU SE TE ACHASSE GOSTOSO SÓ PORQUE ELE ESTÁ CUMPRINDO SEU PAPEL DE VIADO. DUUVIDO TAMBEM Q SE TU BEBESSE PRA CARALHO E DESMAIASSE NA RUA TU IA GOSTAR DE LEVAR UMAS DEDADAS!!VAI SE FUDER CARA, TU E MACHISTA PRA CARALHO.
    NAO VAI RESPONDER OS COMENTARIOS NAO? TACOU A MERDA NO VENTILADOR E AGORA SAI CORRENDO?

  15. Devillart

    BBB é coisa para imbecil, quem participa e se expõem é imbecil assim como quem assiste essa idiotice, com certeza ele fez mesmo…
    No inicio com aprovação dela e depois que ela caiu de bêbada ele continuou, para não se ferrar a Globo pede a ela para dizer que ela queria e estava de acordo, é crime?…
    Não sei!
    Mas com toda certeza esse programa só tem isso a oferecer, percam o tempo assistindo o Reality Show que só tem a realidade da futilidade humana.
    Sejam fúteis!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s