Eleição de Obama não representa nada

Padrão

Muitos têm enaltecido a eleição de Obama nos Estados Unidos como “um pequeno passo para os USA, mas um gigantesco salto para a humanidade”. Não acho que os sustentáculos ideológicos de semelhante declaração tenham a mesma importância para a humanidade do que chegar à lua, mas tenho certeza de quem ambos os “grandes passos”  têm a mesma relevância. A diferença significativa, para nós, terceiro-mundistas, entre Barack Obama e George W. Bush, pode se reduzir às disparidades aduzidas de um… espelho; para os americanos, de fato, as diferenças são mais significativas, embora nem por isso mais substanciais.

“Só espero que ele não seja um negro com metalidade de branco”. Essa é uma das sentenças que tive que ouvir, a respeito dos resultados das eleições americanas. Queria saber onde é que diferenças na pigmentação da pele conferem maior ou menor capacidade a alguém; só nas mentes alucinadas dos comunistas e dos eugenistas. Esquecem-se que, sendo um homem negro, branco, azul, amarelo ou rosa-shock, ele permanece sendo essencialmente um homem; o que nos molda são a formação que temos e o meio onde vivemos.

Então qual é a verdadeira diferença entre Barack Obama e George W. Bush? Um é democrata, outro é republicano, é isso. Mas ambos são sobretudo norte-americanos, com as virtudes e os vícios que os homens dessa nacionalidade costumam ter. Pode ser que eu esteja equivocado; de fato, não é bom nem é prudente “esquadrinhar” pessoas, por mais elementares que eles nos pareçam. Quando georginho se demonstrou um verdadeiro idiota, por exemplo, nunca pensei que ele pudesse se superar, como o fez.

Não sei como será com o Barack Obama, mas por que ser tão pessimista? Quando se pára para pensar, de fato, é difícil imaginar que alguém seja tão burro como bushinho demonstrou ser. Mas eu não possuo uma bola de cristal para adivinhar como será o governo de Obama. Todos dizem que ele é o salvador, mas eu, pessoalmente, nunca vi suas chagas redentoras, seus milagres de mártir liberal (sic)… Em todo caso, em política, uma ciência exata, é sempre bom adotar o princípio de São Tomé: ver para crer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s